PROGRAMA 2015

QUINTA-FEIRA, 5 de novembro de 2015

Paraísos artificiais

O filme mostra o Brasil, que ainda não ficou sóbrio com euforia, crescimento econômico sem fim e mudança social. Uma história complicada ambientada em vários planos de tempo conta um intenso drama sobre os desejos humanos básicos e as noites em êxtase do Brasil contemporâneo.

Que horas ela volta?

O idílio da classe média é marcado pela chegada de Jessica, filha de uma dona de casa e babá, que acha difícil aceitar o status social de sua própria mãe. A investigação interpessoal disseca não apenas o interior de seus heróis, mas também os fundamentos da sociedade brasileira.

SEXTA-FEIRA, 6 de novembro de 2015

Elena

Elena é a confissão de uma jovem diretora que segue os passos de sua própria irmã, que decidiu deixar o Brasil totalitário. Através de uma forma de filme focado, seguimos a história íntima da adolescência e dúvidas internas. Documentário como reconstrução de sua própria história.

O Homem das Multidões

Homem baleado visualmente enfeitiçando a multidão sobre um motorista de metrô solitário é o filme brasileiro como feroz, intransigente e ambicioso. Um drama existencial em que você só vai procurar em vão por filmes que compararia a ele.

SÁBADO, 7 de novembro de 2015

O menino e o mundo

Embarque em uma fascinante jornada de garotinho procurando seu pai no mundo fantástico do Brasil contemporâneo. Deixe-se levar pelo animador encantador, que não é apenas um livro de colorir para crianças, mas também fala sobre crianças e sua mágica descoberta há muito tempo.

Quando ela volta?

O idílio da classe média é marcado pela chegada de Jessica, filha de uma dona de casa e babá, que acha difícil aceitar o status social de sua própria mãe. A investigação interpessoal disseca não apenas o interior de seus heróis, mas também os fundamentos da sociedade brasileira. O debate ocorrerá na língua tcheca.

Cores

Eles são jovens, são de São Paulo, fumam um cigarro após o outro e estão perdidos em suas vidas. Calmamente os chame de solitários brasileiros, mas mesmo isso não o prepara completamente para a ironia da vida cotidiana, assim como as cores.

DOMINGO, 8 de novembro de 2015

Ventos de agosto

Quando um casal apaixonado volta da pesca com um crânio humano, que eles descobriram no fundo do oceano, eles ainda não têm idéia de que considerações filosóficas e situações absurdas farão com que o encontrem. O vento de agosto, através de imagens cuidadosamente compostas da mundanidade, fala de coisas que nos transcendem.

© 2020 Kino Brasil

  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon
Este site foi desenvolvido com o construtor de sites
.com
. Crie seu site hoje.
Comece já